Energia boa e aquele autógrafo – Por Dra. Abelhuda

Numa tarde ensolarada, Dras. Abelhuda e Neneca Ling Ling foram fazer visita no Instituto de Cardiologia Infantil e se depararam com a brinquedoteca lotada de crianças. Uma delas era o Kevin que devia ter uns 3 aninhos, lindo e muito feliz, cantou músicas inteiras para as Doutoras e todos que estavam ali. Mas o que chamou mais atenção era que o Kevin dizia em alto e bom som: “Amanhã eu vou fazer cirurgia!”. Para ele era como se fosse um prêmio que ele receberia. E poderia ser mesmo, era nítida a alegria da criança por isso, a empolgação contagiava a todos. Era maravilhoso ouvir e sentir aquela positividade com a qual ele encarava a situação. Como não nos envolvemos com os procedimentos hospitalares de cada um, só podíamos torcer para que tudo desse certo. 

 

Quinze dias depois, Dras. Abelhuda e Poronga estavam saindo da visita dos adultos e quem encontraram na sala de espera da recepção? O Kevin e sua mãe, ele lindo, vestido com uma camiseta do Grêmio, aguardando quem viria buscá-los para levá-los a sua cidade no interior do estado.

 

Dra. Abelhuda olhou para aqueles olhos maravilhosos e disse que conhecia aquele jogador do Grêmio. E ele disse que conhecia a Dra. Abelhuda, que ficou emocionada pela lembrança. 

 

Dra. Poronga prontamente disse que ele era muito famoso e que queria um autógrafo. Kevin sentiu-se muito importante e deu autógrafos para as duas, que saíram muito felizes e realizadas.

 

Aquele autógrafo vai ficar sempre guardado com muito carinho e alegria. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *