Tem o Rudi e tem o Nei – Por Dra. Neneca

Um dos nossos queridos hospitais esteve passando por uma situação nada fácil nos últimos tempos, tinha risco de fechar e, para se manter em funcionamento, enquanto guerreiros colaboradores seguiam por lá, tinha que ter pacientes. Apesar de todo o cenário, um paciente em especial também precisava ficar ali: o Rudinei. Ele sempre esteve lá e nos diz que é a sua casa. Se tornou o ‘refém’ mais feliz que poderia ser.
Durante uma das nossas visitas percebemos que ele não era um só paciente, mas sim o Rudi e o Nei. E de lá pra cá ele assumiu bem a dupla identidade. Mesmo com toda a sua dificuldade de oratória, a gente entende bem quando se trata de um ou de outro. Meio Ruth e Raquel, sabe? (talvez não seja do seu tempo). 
A verdade é que a risada do Rudi (e do Nei) ecoou por meses sendo o único som de alegria em uma imensidão de paredes, equipamentos e salas vazias.  Agora, com o Hospital se reinventando, seguimos na torcida para que ele encontre mais pessoas para apresentar a dupla identidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *